Sobre a Arraso

Arraso: a revista que conquistou os piracicabanos!

Jovem, bonita e madura. A Revista Arraso completou seis anos mostrando como cresceu e apareceu. Com uma diversidade de temas, transformou sua essência voltada à moda, iniciada na produção de cadernos especiais no Jornal de Piracicaba, em 2008, em luxuosas revistas temáticas.

A primeira edição foi publicada no dia 5 de junho daquele ano, seguida por dezenas de edições publicadas todas às quintas-feiras. “Eu me lembro que a moda sempre esteve envolvida no JP, mas tínhamos cadernos de festas, que falávamos de dicas de presentes, de coisas que estavam em evidência. Daí surgiu a ideia de fazer um caderno exclusivo sobre moda, por conta do mercado que havia crescido”, explicou Ude Valentini, que atuou como repórter e editora dos primeiros cadernos e há quatro anos atua como editora-chefe do JP.

A edição de número 41 acaba de ser publicada. Em seis anos, o crescimento é nítido, visto tanto pelos leitores quanto por quem trabalha diretamente na produção de cada uma de suas páginas.

Uma pesquisa realizada pelo Instituto PHD mostrou que a Revista Arraso é a mais conhecida de Piracicaba e a mais lida; 81,7% dos entrevistados conhecem ou já ouviram falar da revista e 53,6% dos piracicabanos escolheram a publicação como a melhor opção de leitura. São mais de 15 pontos percentuais à frente da segunda opção, que recebeu 38,5% dos votos. A terceira opção recebeu 2,5% dos votos e outras representam 5,4%. Ainda como se não bastasse, 37,25% dos entrevistados pelo Centro Abril Pesquisas confessaram que a Arraso é a revista preferida deles, resultado este que também consolidou a publicação como a queridinha da cidade, ante às demais.

 

De caderno a revista

Ao abordar o universo da moda, o caderno Arraso também abriu seu leque para o ramo de maquiagem e cabelos. Logo, a direção do Jornal de Piracicaba percebeu que a abrangência dos temas poderia ser maior e que o suplemento poderia se transformar em uma revista de sucesso.

De acordo com o diretor responsável pela Revista Arraso e pelo Jornal de Piracicaba, Marcelo Batuíra Losso Pedroso, o formato atual surgiu em 2010, com estilo e personalidade. “A revista foi, aos poucos, adquirindo aquilo que a mais distingue hoje: personalidade. Não dá para falar de moda, decoração, luxo e beleza sem ter qualidade e, por certo, personalidade”, comentou.

“A Revista Arraso nasceu com o objetivo de falar de moda, mas acabou por se expandir a pedido de suas leitoras e leitores para incorporar tudo o que diz respeito ao seu dia a dia, bem como aos seus melhores momentos da vida. Quando falamos em dia a dia estamos falando de informações sobre saúde, o planejamento de uma viagem, um guia de escolas e restaurantes apresentando as melhores opções do mercado, por exemplo. E quando nos referimos a momentos especiais, estamos falando em celebração. Celebrar o casamento, o nascimento de um filho, a escolha da melhor escola, a nova decoração da casa, uma nova receita, enfim, tudo”, complementou.

Para Ude Valentini, editora-chefe do JP, é uma grande alegria ver a Revista Arraso, hoje, consolidada na cidade. “Toda vez que chego a algum local em que há a revista, e são muitos, me sinto em casa. E a satisfação é ainda maior observando os leitores ‘aproveitando’ de cada revista. Esse sentimento não é só por ter estado no início do então caderno Arraso, mas por ver esse produto tão bonito, com conteúdo e propostas excelentes. E também porque a Arraso faz parte de todos nós, que trabalhamos na empresa Jornal de Piracicaba”, enfatiza. “O sucesso da Arraso é um pouquinho de todos nós, mas especialmente dos que trabalham arduamente, sob o comando da Rosana, para fazer a Arraso cada dia melhor”, acrescentou.

Na opinião de Alex Rodrigues, gerente de marketing e mercado leitor do JP,há seis anos a Arraso vem mostrando que é uma revista comprometida com o seu público. “Hoje comprova, por meio de pesquisas que refletem as opiniões dos piracicabanos, que conquistou definitivamente os leitores da cidade. Sofisticada e elegante, dialoga com um público bastante exigente em suas escolhas. Por isso, é sempre antenada nas principais tendências dos diversos segmentos que aborda, tendo como diferenciais a qualidade editorial e a maior abrangência de distribuição dentre as revistas de Piracicaba”, diz.

 

Mercado exigente, retorno positivo

Segundo Marcelo Batuíra, o mercado leitor e anunciante de Piracicaba está cada dia mais exigente e em busca de resultado imediato e retorno certo. “Procuramos oferecer aos nossos clientes aquilo que eles almejam num veículo sério de mídia que atinja prioritariamente as classes A e B de Piracicaba. O trabalho que vem sendo desenvolvido ao longo de 2013 e início de 2014 mostrou ser acertado, pois o mercado respondeu positivamente à Revista Arraso”, conclui. “Contratamos dois institutos distintos de pesquisa de mercado, um de Piracicaba, o Centro Abril Pesquisas, e outro de Campinas, o Instituto PHD, para avaliar o desempenho da Revista Arraso.Ambos, com pequena diferença entre si, mostraram que a Revista Arraso conquistou o triplo pódio: (1) revista mais conhecida da cidade (a que primeiro veio à mente dos entrevistados); (2) revista mais lida da cidade (ou lida com mais frequência); (3) a melhor revista da cidade (ou a revista preferida do leitor piracicabano). Esse foi nosso melhor presente de aniversário”, salienta.

A Revista Arraso já chegou ao número 41. E, de acordo com Marcelo Batuíra, a publicação está no caminho certo. “Prova disso também é que não temos mais edições do ano passado disponíveis, todas se esgotaram, mesmo aumentando a tiragem a cada edição. Para nós, essa já é a resposta do nosso leitor.”

O gerente de marketing e mercado leitor do JP, Alex Rodrigues, destaca que os indicadores e as projeções de crescimento da Arraso apontam também que a revista se torna, a cada dia, um interessante canal de investimento para os seus anunciantes. “Com a premissa de agregar valor às empresas e marcas parceiras, posicionando-as frente a um mercado consumidor atuante, a Arraso tem reunido muitos casos de sucesso que confirmam o seu potencial de retorno.”

Um dos principais anunciantes da Arraso, Marcos Frias, diretor-comercial da Marcos Frias Consultoria Imobiliária e sócio proprietário da Duo Imóveis Corretores Associados, afirma que está muito satisfeito não só com o retorno que a publicação proporciona, como também com seu conteúdo e qualidade. “É uma grata satisfação comemorar mais esta data com a Revista Arraso e fazer parte desta história de sucesso. Como leitor, ela supera as expectativas, pois aborda assuntos interessantes, necessários a nossa vida, de forma esclarecedora e, ao mesmo tempo, de maneira leve e envolvente. Sua formatação foi mudando com o tempo e, hoje, está muito atraente. Bonita de ver! Como parceiro e anunciante não poderia estar mais contente. Ela está em todos os lugares, nas mãos de um público seleto e exigente, levando nossa marca a todos os recantos da cidade. Literalmente, um arraso!”.

 

Arraso apoia diversas causas

Música, teatro, esporte, campanhas promocionais e beneficentes… A Revista Arraso também procura apoiar e promover muitos acontecimentos em Piracicaba, prova de que se importa e compromete-se com a cidade. Em 2012, foram 65 eventos apoiados pela publicação. Já em 2013, o número saltou para 104. E, neste ano, a expectativa é superar essa marca.

Além disso, no ano passado, em março, o esporte foi motivo de homenagens. O vereador José Antônio Fernandes Paiva (PT) entregou uma Moção de Aplausos pela realização da 1ª Maratona de Revezamento JP 42 k, promovida pelo Jornal de Piracicaba e pela Revista Arraso. Já no mês de junho do mesmo ano, a Câmara de Vereadores de Piracicaba homenageou a Revista Arraso e o matutino com uma Moção de Aplausos de iniciativa do vereador Gilmar Rotta (PMDB) pela realização da Campanha do Agasalho – Faça um Inverno Mais Quente.

 

Revista Arraso esgota nas bancas

Em quase seis anos no mercado, a Revista Arraso se consolidou por oferecer aos leitores conteúdo e informação aliados a qualidade e bom gosto. Por ser considerada referência, como mostram as duas últimas pesquisas realizadas, e pela grande procura, algumas edições do ano de 2013 se esgotaram nas bancas e nos pontos de venda. Na tentativa de atender à demanda, medidas estão sendo adotadas pela equipe da Arraso, como a digitalização destas edições, para que sejam disponibilizadas na internet. Nas próximas, a tiragem também será ampliada.
Segundo a editora responsável, Rosana Di Hipolito, a questão é vista como uma conquista do trabalho realizado pela equipe. “É uma vitória para nós. Recebo e-mail de pessoas de fora que vieram para cá, viram a revista e gostaram. Já enviamos para o Rio de Janeiro, Paraná e outros locais e temos também assinaturas fora do Estado”, disse. Devido aos pedidos, foram disponibilizadas unidades da reserva técnica existente.
De 2013 para 2014 já houve aumento na tiragem, devido à grande procura e ampliação no quadro de assinantes, segundo a coordenadora administrativa de marketing da revista, Beatriz Scarpari. “Esse crescimento pode ser sentido pelo retorno que temos das publicações. A Arraso vem se tornando uma referência em estilo, decoração, moda e em todas as áreas abordadas”, disse.

Deixe uma resposta